Inspetoria de Operações Especiais tem desestabilizado a paz no bairro Campos Elíseos

0 219

O Ajuda SP Centro não é corporativista e não defende instituições, o objetivo é promover a cidadania e as melhores ações em prol do interesse coletivo, plantar sementes para que possamos ter um futuro onde a moralidade e a justiça sejam embasadas em suas raízes e não apenas em discursos ou debates com interesses estranhos aos propósitos mais nobres que estão nos corações dos patriotas.

Em dezenas de ocasiões a página alertou a respeito das ilegalidades que são praticadas por coletivos , ONG´s e pessoas públicas que, sob o manto da hipocrisia, defendem causas que, em síntese, estão vinculadas ao favorecimento do tráfico de drogas na região da Cracolândia, porém as denúncias e toda motivação que há contra a criminalidade não implica em apoio incondicional a Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar ou Polícia Civil, o Ajuda SP apoia a justiça em sua essência, mesmo que para isso precise contrariar aqueles que, supostamente, estão a serviço da justiça.

Nos últimos dias tem ocorrido inúmeras desordens, ações da GCM com uso de bombas e tiros com balas de borracha, contudo não são” viradas de fluxo”, mas ações estranhas a tudo que já foi visto e que estão as margens do esperado, tendo em vista que não ocorreram enfrentamentos ou qualquer outro fato motivador para fundamentar a ocorrência do uso da força por parte da polícia.

O fim da Cracolândia é o sonho de muitos moradores da região, todavia há também o desejo de um Brasil melhor, não será dando “jeitinho brasileiro” que iremos evoluir para uma nação justa, sendo assim é reprovável qualquer ação que não esteja em conformidade com a lei. Ações notadamente abaixo do esperado, isoladas e que dão razões para que o inimigo possa denegrir a imagem da instituição, a GCM já provou que sabe fazer melhor do quem tem feito nos últimos dias.

Segundo informações dos agentes que atuam na região, as atividades não estão sendo coordenadas pelo Inspetor Airyston, toda atividade está sob supervisão da Inspetoria de Operações Especiais (IOPE), a alteração não foi boa, na gestão do comandante Airyston e também do inspetor Lima eram perceptíveis os esforços para minimizar não apenas o problema da instituição, mas também o respeito com os moradores e o devido temor a lei, mas agora a situação está instável e obscura, a rotina que não era boa, piorou.

Confusões constantes, inclusive durante a madrugada, tudo isso em um curtíssimo intervalo de tempo e sem razões aparentes, ocorrem os distúrbios e não há divulgação de autores de crimes, imagens ou testemunhos daquilo que deu ensejo as medidas drásticas, uma verdadeira “briga de vizinhos”, retaliações aos desafetos e sinais de uma justiça praticada pelas próprias mãos ou com o uso das armas fornecidas pela Prefeitura. Está errado!

Queremos uma segurança pública de qualidade, estratégica, fundamentada e que seja capaz de garantir o direito de ir e vir dos moradores, no entanto infelizmente da forma como está ocorrendo é impossível saber quem é o agressor, a todo instante há o risco de implantação do caos, considerando que até a GCM está demonstrando imprevisibilidade, até pouco tempo havia a convicção de que os policiais agiam quando necessário, agora é a qualquer tempo e por razões não sabidas.

Há um limite entre o rigor necessário e violência arbitrária, no rigor há a proteção dos interesses da coletividade, da vida e existe amparo legal, já a violência arbitrária é crime, só colabora para a desestabilização da sociedade e dá argumentos para que o inimigo se fortaleça, assim sendo é urgentíssima a necessidade de encerrar o ciclo de arbitrariedades e ações desastrosas que vem ocorrendo, até mesmo para que a excelente imagem que foi construída até aqui não seja desconstituída em dias.

Como já mencionado em outros artigos da página, a atuação da organização criminosa na região só irá cessar com apoio de todos órgãos, ou seja, saúde, segurança e assistência social, assim como também em todas as esferas, municipal, estadual e federal. Não há previsibilidade alguma de sucesso em ações tomadas pela emoção, interesses políticos , tolices ou falta de paciência, um criminoso não combate o crime, ele apenas toma a frente com novos interesses!

O Ajuda SP Centro não aprova as ultimas ações que tem ocorrido na região e espera que haja retorno do espírito estrategista e legalista que prevaleciam nas ações, a GCM é nossa grande aliada e, portanto, temos a dura missão de reprovar através da crítica construtiva para que não haja retrocesso e o inimigo vença.

Para aqueles que acreditam que a violência é inevitável, saibam que temos o mesmo entendimento, cientes de que o trabalho em conjunto deve ser realizado, mesmo que seja com uso da força, mas é inaceitável que ocorram ações isoladas ou que não estejam de acordo com o que prevê a lei.

Acreditamos nas palavras que estão escritas nas viaturas da nossa querida Polícia Municipal: Amiga, Protetora e Aliada.
Justiça sem cumprimento das leis é hipocrisia!

Ao navegar você concorda que use cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Aceitar Leia mais