Bom Prato – Uma pedra no sapato para comerciantes e municipes do Campos Eliseos

0 109

Projetos sociais são instrumentos importantes para evolução social e merecem incentivo, especialmente os que amparam a população vulnerável em situação de rua.

Cumpre-nos deixar o o seguinte questionamento:
Onde está a equidade quando um desses projetos prejudica moradores e as lojas?

Um dilema diário que os moradores e lojistas do Bairro Campos Elíseos enfrentam todos os dias, moradores de rua que frequentam o Restaurante Bom Prato localizado na Rua General Júlio Marcondes Salgado, espalham marmitas e os restos de alimentos pelas vias e calçadas de forma indiscriminada, inclusive, agravando ainda mais a situação. Segundo os moradores e lojistas, há registros de vandalismos praticados por alguns beneficiários do Bom Prato que já quebraram os vidros do Condomínio próximo ao Bom Prato no dia 14/12/2020, houve registro de boletim de ocorrência número 1937478/2020., fato que, lamentavelmente, tem sido corriqueiro para os moradores daquela região.

Ajudar pessoas em situação de rua é muito mais que oferecer alimento, o dever do estado é amparar e resgatar essas pessoas não somente com alimento, mas restaurar “a autoestima” desse ser humano, Levantá-lo e resgatá-lo colocando-o em paridade social com os demais cidadão, portanto é necessário ferramentas para torná-lo autossustentável e um cidadão produtivo para a sociedade. Oferecer apenas o alimento é um desserviço, tornando essas pessoas dependentes do assistencialismo.

Veja nas fotos tiradas pelos próprios munícipes, a frustação diária que os munícipes enfrentam.

Os munícipes desejam que o Restaurante Bom Prato seja fechado ou transferido para outro local onde não favoreça falta de urbanidade com a ocorrências de práticas ilícitas, tendo em vista que há muitos anos eles vêm sofrendo com esse problema.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País, a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade…

Todos somos iguais perante a LEI com direitos e deveres, sendo assim pessoas em situação de vulnerabilidade não fogem a regra. Não é justo amparar um grupo de pessoas prejudicando outras, o constante prejuízo material e a frustação dos munícipes faz que alguns projetos sociais percam o real valor.

Qualquer serviço ineficiente como os que apenas oferecem comida deve ser repensado.
É muita imperícia ou até mesmo negligência criar um serviço que tem como resultado aglomeração pessoas em situação de rua e aspirar que tudo irá acontecer com plenitude e excelência, sem prejuízos aos munícipes.

O lixo despejado na via pública causa inúmeros problemas, inclusive em períodos chuvosos entopem os bueiros e galerias, causando alagamentos. O Bom Prato não se responsabiliza pela sujeira nas áreas públicas, tornando-se um grande problema para todos que ali residem ou trabalham.
Enfim, o serviço que deveria ser social deu origem a inúmeros novos problemas secundários, onde há benefício de alguns uns e ignoram os direitos dos moradores daquela região.

Veja a filmagem do munícipe revoltado com a situação local. Infelizmente é o cotidiano de todos que ali habitam.

O Ajuda Sp Centro convocou uma reunião com o Subprefeito da Sé Roberto Arantes para discutir sobre esse e outros problemas do bairro, contudo para a nossa decepção houve apenas argumentação com intuito de justificar a ineficiencia da parte do Subprefeito. tendo em vista que alegou que o Bom Prato não é de responsabilidade da Prefeitura por ser um projeto do Governo do Estado de São Paulo, porém outros problemas foram apresentados para o Subprefeito, mas o agente político apresentou estatísticas que não corroboram com a fundamentação esperada daqueles que têm o dever de cumprir os princípios da administração pública.

Os munícipes podem ajudar contribuindo nas melhorias do bairro, sendo que o mais indicado é registrar a reclamação no Ministério Público, Deputados e Senadores. O endereço do Bom Prato é:

Bom Prato – R. General Júlio Marcondes Salgado, 56 – Campos Elíseos

Vamos fazer nossa parte e pedir juntos, ser solidários e ajudar essas pessoas que sofrem com a permanência do Bom Prato nesse local.

Ajude a fechar ou transferir o Bom Prato

Existem algumas formas de solicitar, uma delas é registrando sua reclamação no Ministério Público.
Para registrar é necessário preencher um formulário eletrônico, o Ajuda SP Centro escreveu um tutorial ensinando o passo-a-passo.
Clique no botão abaixo, leia o artigo e registre no MP.

REGISTRE NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Quem já pediu ajuda para os Senadores? Pois é, eles podem ajudar sim, e os nossos atuais Senadores são: Jose Serra, Major Olímpio e Mara Gabrilli. Envie e-mail para eles pedindo solicitando o fechamento ou transferência desse Bom Prato. Qualquer dúvida ligue para o gabinete dos senadores. Os contatos estão abaixo:

Jose Serra
Telefones: (61) 3303-6651 / 6655
E-mail: [email protected]

Major Olímpio
Telefones: (61) 3303-4177
E-mail: [email protected]

Mara Gabrilli
Telefones: (61) 3303-2191
E-mail: [email protected]

Deputados atuam no âmbito estadual, por esse motivo podem ajudar e lá estão 70 deles em pleno exercício do dever. No botão abaixo tem a lista completa dos Deputados do Estado de São Paulo e você pode pedir ajuda de alguns deles. Envie e-mail e solicite apoio.

LISTA DE DEPUTADOS

Não feche os olhos para o problema, o bairro Campos Elíseos precisa de ajuda, considerando que os programas sociais devem obedecer os princípios da eficiência e da legalidade, portanto enquanto houver lesão ao direito dos moradores não prospera a alegação de que ali está sendo realizado algo de interesse público.. Tais problemas agravam ainda mais contribuindo para a proliferação de ratos, alagamentos e vandalismos na região, sendo assim, problemas secundários dos quais o subprefeito não pode ignorar, se o Bom Prato é estadual, a higiene e saneamento básico são posturas que cabem ao prefeito e seus subordinados.

Ao navegar você concorda que use cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Aceitar Leia mais